08 julho 2008

CURSO ESTUDOS CULTURAIS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO
CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS
DEPARTAMENTO DE SOCIOLOGIA E ANTROPOLOGIA
CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS


DISCIPLINA (ELETIVA):
TÓPICOS ESPECIAIS EM ANTROPOLOGIA I: ESTUDOS CULTURAIS
(60 horas / 4 Créditos).
Professor: Alexandre Corrêa

EMENTA:
Aprofundamento do estudo de tema relevante para a Antropologia.
Os Estudos Culturais formam um campo de pesquisa, uma prática, ou melhor, um viés metodológico interdisciplinar para estudos na área da cultura - no sentido amplo dado pela antropologia, contudo, comumente usado no contexto das sociedades industriais contemporâneas e suas inter-relações de poder. Sua agenda temática inclui mídia, identidades nacionais, pós-colonialismo, gênero e sexualidade, etnia, arte e cultura popular e seus públicos, políticas de identidade, práticas político-estéticas, discurso e textualidade, pós-modernidade, mundialização e globalização, patrimônios culturais, memórias sociais, entre outros. Um traço importante de atuação dos estudos culturais é o compromisso de interagir diretamente com as práticas políticas, sociais e culturais, também objetos de sua abordagem. Trata-se de uma análise sobre os produtos culturais na sociedade moderna sob o impacto do capitalismo tardio. Originários da Inglaterra, os Estudos Culturais expandiram-se para os Estados Unidos, outros países da Europa e da América Latina e hoje são reconhecidos como uma ferramenta de análise legitimada nas áreas de Literatura, Ciências Sociais, História e Comunicação, entre outras.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: (PLANO DE ENSINO: livre para modificações)


1ª sessão: (/08): Abertura dos Trabalhos

Apresentação do Plano de Ensino.
ARENDT, Hannah. Entre o passado e o futuro. São Paulo: Ed. Perspectiva, 1997
FREUD, Sigmund. Mal Estar na Civilização. Vol. XXI da Edição Standard Brasileira Obras Completas, Rio de Janeiro, Imago Editora, 1969.

2ª sessão: (/08): Introdução aos Estudos Culturais

ARENDT, Hannah. Entre o passado e o futuro. São Paulo: Ed. Perspectiva, 1997
DA SILVA, Tomaz Tadeu. (Org.) O que é, afinal, estudos culturais? Belo Horizonte, Autêntica, 2006

3ª sessão: (/08): Crítica Cultural da Sociedade Burguesa

DA SILVA, Tomaz Tadeu. (Org.) O que é, afinal, estudos culturais? Belo Horizonte, Autêntica, 2006

4ª sessão: (/09): Escola de Birminghan & CCCS

DA SILVA, Tomaz Tadeu. (Org.) O que é, afinal, estudos culturais? Belo Horizonte, Autêntica, 2006
MATTELART, Armand & NEVEAU, Érik. Introdução aos estudos culturais. São Paulo: Parábola, 2004

5ª sessão: (/09): Internacionalização & América Latina

MATTELART, Armand & NEVEAU, Érik. Introdução aos estudos culturais. São Paulo: Parábola, 2004
ORTIZ, Renato. Mundialização e cultura. São Paulo: Brasiliense, 1994
___. Mundialização: saberes e crenças. São Paulo: Brasiliense, 2006

6ª sessão: (/09): Semiologia & Ciências Humanas

MERLEAU-PONTY, Maurice. De Mauss à Claude Lévi-Strauss. In, Col. Pensadores. São Paulo: Ed. Abril Cultural. 1980

7ª sessão: (/10): Semiologia e Poder

BARTHES, Roland. Aula. São Paulo: Cultrix, 1978
___. O prazer do texto. São Paulo: Perspectiva, 2002.

8ª sessão: (/10): A Idéia de Cultura

BOSI, Alfredo. Dialética da colonização. São Paulo: Companhia das Letras, 2006
EAGLETON, Terry. A idéia de cultura. São Paulo: UNESP, 2005
LARAIA, Roque de Barros. Cultura: um conceito antropológico. Rio de Janeiro: Zahar, 1986
WILLIANS, Raymond. Cultura. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992

09ª sessão: (/10): Cultura

BURKE, Peter. Cultura popular na idade moderna. São Paulo: Companhia das Letras, 1989
LEVI STRAUSS, Claude. Raça e História. In: Antropologia Estrutural II. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1976.
___. Raça e Cultura. In: O Olhar Distanciado. Porto: Edições 70, 1986

10ª sessão: (/10): Herança Crítica Marxista

CASTORIADIS, Cornelius. A instituição imaginária da sociedade. Rio de Janeiro: Ed. Paz e Terra, 1982
BENJAMIN, Walter, «A Obra de Arte na Era da sua Reprodutibilidade Técnica». In Col. Pensadores. São Paulo: Ed. Abril Cultural. 1983
JAMESON, Fredric. A cultura do dinheiro. Petrópolis: Vozes, 2002
___. A virada cultural. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2006

11ª sessão: (/11)

MARX, K. e ENGELS, F. O dezoito brumário de Louis Bonaparte. In: Marx & Engels: Obras Escolhidas. Tomo I. Lisboa: Avante!/ Moscou: Progresso, 1982
WILLIANS, Raymond. Marxismo e literatura. Rio de Janeiro: Jorge Zahar. 1979

12ª sessão: (/11): Ciência Social para o Século XXI

NEGRI, Antonio. Cinco Lições sobre o Império. Rio de. Janeiro: DP&A editora, 2003
WALLESTEIN, Immanuel M. Cap. 15: A herança da sociologia. In. Fim do mundo como o concebemos: Ciência Social para o Século XXI. Rio de Janeiro: Revan, 2002

13ª sessão: (/11): Modernismo, Pós-Modernismo & Hipermodernidade

CANCLINI, Nestor. Culturas híbridas. São Paulo: EDUSP, 2003
LIPOVETZKY, Gilles. A era do vazio: ensaio sobre o individualismo contemporâneo. Lisboa: Relógio D´Água, 1989

14ª sessão: (/12)

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Zahar, 2001
ZIZEK, Slavoj. Conversas com Zizek. São Paulo: Martins, 2006

15ª sessão: (/12)


BIBLIOGRAFIA BÁSICA:

ARENDT, Hannah. Entre o passado e o futuro. São Paulo: Perspectiva, 1997
BARTHES, Roland. Aula. São Paulo: Cultrix, 1978
___. O prazer do texto. São Paulo: Perspectiva, 2002.
BAUDRILLARD, Jean. Simulacros e Simulações. Lisboa, Relógio d’Água, 1991.
___. A troca simbólica e a morte. São Paulo: Loyola, 1996
BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Zahar, 2001
BENJAMIN, Walter, «A Obra de Arte na Era da sua Reprodutibilidade Técnica». In Col. Pensadores. São Paulo: Ed. Abril Cultural. 1983
___. “O Narrador”. In Col. Pensadores. São Paulo: Ed. Abril Cultural. 1983
BERMAN, Marshal. Tudo que é sólido desmancha no ar. São Paulo: Companhia das Letras, 1986
BOSI, Alfredo. Dialética da colonização. São Paulo: Companhia das Letras, 2006
BURKE, Peter. Cultura popular na idade moderna. São Paulo: Companhia das Letras, 1989
CANCLINI, Nestor. Culturas híbridas. São Paulo: EDUSP, 2003
COELHO, Teixeira. Uma outra cena. São Paulo: Polis, 1983
___. O que é ação cultural? São Paulo: Brasiliense, 1991
___. Dicionário de política cultural. São Paulo: Iluminuras, 1999
CONNOR, Steven. Cultura pós-moderna: introdução às teorias do contemporâneo. São Paulo: Loyola, 1992
DA SILVA, Tomaz Tadeu. (Org.) O que é, afinal, estudos culturais? Belo Horizonte, Autêntica, 2006
EAGLETON, Terry. Depois da teoria. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira. 2005
___. A idéia de cultura. São Paulo: UNESP, 2005
FABRIS, Annateresa (Orgs.). Modernidade e modernismo no Brasil. São Paulo: Mercado de Artes, 1994
FREUD, Sigmund. Mal Estar na Civilização. Vol. XXI da Edição Standard Brasileira Obras Completas, Rio de Janeiro, Imago Editora, 1969. http://caosmose.net/candido/unisinos/textos/freud_o_mal_estar_na_civilizacao.pdf
GELLNER, Ernest. Antropologia e política: revoluções no bosque do sagrado. Rio de Janeiro: Zahar, 1997
HARDT, Michael & NEGRI, Antonio. Império Rio de Janeiro: Ed.Record, 2001
JAMESON, Fredric. A cultura do dinheiro. Petrópolis: Vozes, 2002
___. A virada cultural. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2006
JEUDY, Henri-Pierre. Memórias do social. Rio de Janeiro: Forense, 1990
___. A Sociedade transbordante. Lisboa: Século XXI, 1995
___. Espelho das cidades. Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2005
LARAIA, Roque de Barros. Cultura: um conceito antropológico. Rio de Janeiro: Zahar, 1986
LEVI STRAUSS, Claude. Raça e História. In: Antropologia Estrutural II. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1976.
___. Raça e Cultura. In: O Olhar Distanciado. Porto: Edições 70, 1986
LIPOVETZKY, Gilles. A era do vazio: ensaio sobre o individualismo contemporâneo. Lisboa: Relógio D´Água, 1989
MAFFESOLI, Michel. A sombra de dionísio. Rio de Janeiro: Graal, 1985
MATTELART, Armand & NEVEAU, Érik. Introdução aos estudos culturais. São Paulo: Parábola, 2004
MERLEAU-PONTY, Maurice. De Mauss à Claude Lévi-Strauss. In, Col. Pensadores. São Paulo: Ed. Abril Cultural. 1980
MORIN, Edgar. Ciência com Consciência. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2005
NEGRI, Antonio. Cinco Lições sobre o Império. Rio de. Janeiro: DP&A editora, 2003
ORTIZ, Renato. Mundialização e cultura. São Paulo: Brasiliense, 1994
___. Mundialização: saberes e crenças. São Paulo: Brasiliense, 2006
SANTOS, Laymert Garcia dos. Politizar as novas tecnologias. São Paulo: Editora 34, 2003
VERÓN, Eliseo. Ideologia, estrutura, comunicação. São Paulo: Cultrix, 1977
WILLIANS, Raymond. Marxismo e Literatura. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1979
___. Cultura. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992
WALLERSTEIN, Immanuel. O Fim do Mundo como o Concebemos: Ciência Social para o Século XXI. Rio de Janeiro: Revan, 2002
ZIZEK, Slavoj. Conversas com Zizek. São Paulo: Martins, 2006

Referências Complementares

BHABHA, Homi K. A questão do “Outro”: diferença, discriminação e o discurso do colonialismo. In: HOLLANDA, Heloisa Buarque de (Org.). Pós-modernismo e política. Rio de Janeiro: Rocco, 1991
___. O local da cultura. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 1999
CENTRE FOR CONTEMPORARY CULTURAL STUDIES. Da ideologia. Rio de Janeiro: Zahar, 1980
HALL, Stuart. Identidades culturais na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 1997
HOGGART, Richard. As utilizações da cultura. Lisboa: Presença, 1973
MCROBBIE, Ângela. Pós-marxismo e Estudos Culturais. In: SILVA, Tomaz Tadeu da (Org.). Alienígenas na sala de aula. Rio de Janeiro: Vozes, 1995
NELSON, Cary et al. Estudos Culturais: uma introdução. In: SILVA, Tomaz Tadeu da (Org.). Alienígenas na sala de aula. Rio de Janeiro: Vozes, 1995
RUTHEFORD, Jonathan. O terceiro espaço: uma entrevista com Homi Bhabha. Revista do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, n. 24, 1996

Endereços na Internet:

http://www.prossiga.br/estudosculturais/pacc/
http://www.grupodepesquisapatrimoniomemoria.blogspot.com/

Sem comentários: