16 fevereiro 2009

Associação Brasileira das Cidades Históricas elege seu Presidente


ABCH - Associação Brasileira das Cidades Históricas

A Associação Brasileira de Cidades Históricas (ABCH) elegeu nesta quinta-feira o prefeito de Ouro Preto (MG), Angelo Oswaldo, como seu presidente durante a Reunião de Prefeitos de Cidades Históricas, em Brasília promovida pelo Iphan e Ministério da Cultura com a participação de mais de 65 prefeitos e representantes dos municípios brasileiros.
Cinco vice-presidentes compõem a diretoria da associação: o prefeito de São Luís (MA), João Castelo, representando a região Nordeste; o prefeito de Carapicuíba (SP), Sergio Ribeiro, pela região Sudeste; o prefeito de Natividade (TO), Joaquim Rodrigues Ferreira (Joaquim do Posto), pela região Norte; o prefeito de Corumbá de Goiás (GO), Emilio Jacinto e pela região Centro Oeste e o prefeito de Laguna (SC), Célio Antônio, pela região Sul.
O prefeito de Ouro Preto destacou as expectativas à frente da ABCH, sempre no sentido de criar formas de atuação conjunta para a preservação do patrimônio nessas cidades. Angelo informou que agora irá institucionalizar a entidade, consolidar uma pauta para os trabalhos e em breve promover, com apoio do ministro da Cultura, Juca Ferreira, e do presidente do Iphan, Luiz Fernando de Almeida, um encontro dos prefeitos de cidades históricas com o presidente Lula e os ministros do Turismo, Cidades, Educação e Meio Ambiente.
A idéia é articular uma colaboração mais próxima desses ministérios com os municípios da ABCH. Para o ministro Juca Ferreira, os prefeitos podem gerar um processo de mobilização de um potencial cultural articulado com o patrimônio de cidades históricas. "Os prefeitos podem considerar o Ministério da Cultura um aliado nessa transformação da cultura em uma dimensão importante dessas cidades", disse Juca.
O presidente da Associação Mineira das Cidades Históricas e prefeito de Congonhas (MG), Anderson Cabido apoiou com entusiasmo a criação da ABCH, ressaltando a importância da articulação dessas prefeituras. Além de Ouro Preto e Congonhas, Minas Gerais esteve representada pelas cidades de Mariana Tiradentes, Belo Horizonte, Diamantina, Serro, Conceição do Mato Dentro e Pitangui.
O encontro teve como objetivo a apresentação das principais diretrizes da política de patrimônio federal do Programa Monumenta, a criação do Sistema Nacional de Patrimônio Cultural e a formalização de uma agenda comum entre os prefeitos no âmbito da ABCH.
http://portal. iphan.gov. br/portal/ montarDetalheCon teudo.do? id=14298& sigla=Noticia& retorno=detalheN oticia

Defender - Defesa Civil do Patrimônio Histórico
Rua Andrade Neves, 1510 - cj. 42 96.508-020 - Cachoeira do Sul/RS
Fone: (51) 3723.2510 - Fax: (51) 3723.1637 E-mail: defender@defender.org.br

A Defender se dedica às suas atividades através da elaboração e execução direta de projetos, programas ou planos de ações, doação de recursos físicos, humanos e financeiros ou prestação de serviços intermediários de apoio a outras organizações sem fins lucrativos e a órgãos do setor público que atuam nas áreas da cultura, patrimônio histórico e artístico, meio ambiente e cidadania.
http://www.defender.org.br/

Sem comentários: