20 setembro 2009

Documentário Dançando com o Diabo



Da Redação, com informações do Jornal da Band
cinema@band.com.br

Estreia no fim do mês o documentário "Dançando com o Diabo", no Festival de Cinema do Rio de Janeiro. O longa mostra a complexidade das favelas cariocas na visão de três personagens ligados diretamente ao tráfico: um pastor, um policial e um criminoso.

De acordo com o pastor Dione dos Santos, 90% dos jovens que participaram do documentário estão mortos. O filme fala da complexidade e das contradições do crime organizado e da ajuda da religião.

Dançando com o Diabo custou 500 mil dólares. A ideia partiu do jornalista inglês Tom Phillips, correspondente do jornal "The Guardian". Ele ficou um ano e meio visitando favelas do Rio depois de fazer uma reportagem com Dione. Assim teve acesso a Juarez Mendes da Silva, o Aranha, chefe do tráfico de quinze morros cariocas e que morreu logo depois de participar do filme.

Sem comentários: