25 novembro 2009

POESIA

A Poesia para os Poetas, Literatos, Escritores e Filósofos

"O Poeta sempre necessita de algo falso". Jeremy Bentham

"Poesia é feita de pequenos nadas". Manuel Bandeira

"Poesia é o que se perde na tradução". Robert Frost

"Os poetas dizem muitas mentiras". Sólon

"Poesia, te escrevia: flor! / Conhecendo que é fezes. Fezes / Como qualquer, / gerando cogumelos / (raros, frágeis cogumelos) no úmido / calor de nossa boca." João Cabral de Melo Neto.

"Paul Veléry disse, eu creio, que a necessidade de uma rima específica alterou todo o curso de um dos seus poemas". C. Day Lewis

"Um poema não deve significar, mas ser". Archibald MacLish

"A poesia sara feridas provocadas pela razão". Novalis

"A poesia está morta mas juro que não fui eu". José Paulo Paes

"A imaginação num poeta é uma faculdade tão selvagem e sem lei que, assim como um 'spaniel' corredor, deve trazer pesos atados, do contrário atropelará o discernimento". John Dryden

"Não faças versos sobre acontecimentos / Não há criação nem morte perante a poesia." Carlos Drummond de Andrade

"A poesia é uma linguagem silenciosa que apaga seus próprios traços, para que se possa escutar o que as palavras não dizem". John Mambrino

"A poesia revela este mundo; cria outro". Otávio Paz

"Um poema é um instante de lucidez no qual todo o organismo participa". Charles Simic

"A poesia é um tipo de engenhoso 'nonsense'". Isaac Newton

"Eu nada tenho a dizer e eu estou dizendo e isso é poesia". John Cage

"Um poema é um artefato verbal que precisa ser habilmente e solidamente construído como uma mesa ou uma motocicleta". W H. Auden

"A linguagem transformou-se em uma ideia arqueológica. O domínio da palavra escrita, principalmente a poesia, é uma raridade. E a poesia concreta previu isso, há 50 anos. E a prosa também não melhorou. E quando a poesia entre em eclipse, a prosa também vai embora". Décio Pignatari

"A poesia, como invenção de formas, sente as mesmas premências que as outras artes afins: música e pintura. A melodia na música, a figura na pintura, o discruso-conteudístico-sentimental na poesia são fósseis gustativos que nada mais dizem à mente criativa contemporânea". Haroldo de Campos

"Ao lado da poeisa espontânea, do arranca-toco sentimental, existe uma poesia-arte, como existe o futebol-arte. É esta a poesia que eu pratico. Poesia faber, operário, artesão". Augusto de Campos

* * *

A Alma Perfeita (Escondida)

Estive sempre ao lado seu
E você não me reconheceu
Sempre em busca d'alma perfeita
Só que não me espreita.

Sempre estive a seu lado
Nunca você me percebeu
Agora vives angustiado
A procura de mim no breu

Sempre se procura
o que já se tem sonhado
Mas nunca se encontra
Sob o véu cerrado 

A alma escondida
Ferida sem cura
Que não cicatriza
Na vida, sem ela escura.

Alex Corrêa
(Rio de Janeiro,
21/03/2010).

Neste belo dia,
em que o sol e o céu
em equilíbrio
de presente traz alegria.

Um dia maravilhoso
de luz e temperatura
no meio da cidade
as ruas sem tontura.

Em Copacabana
um semana após o desastre
tudo parece calmo
simples, sem desgaste.

A alma e o corpo
fluindo sãos
num dia de eternidade
tão perto das mãos.

É misterioso e enigmático
receber da vida
em um dia incomum
seu dom mágico.

Alexandre F. Corrêa
13/04/2010

Sem comentários: